Sou Poeta Sim

Sou poeta sim, só não tenho tempo livre, pra deixar que sobreviva o poeta que existe em mim. Sou poeta sim, nem tudo que escrevo possui destinatário certo, ou diz algo sobre mim. Mesmo que muitas vezes, possa ver nome e sobrenome num poema escrito assim. Sou poeta sim, mas as vezes me falta tempo pra deixar que sobreviva, o poeta que habita em mim. Mas existe aqueles dias, que todas as outras coisas não tem sentido para mim, vivo somente poesia e não tem como abafar, o poeta que mora em mim. Dizem que o poeta tem mania de ser triste, adora falar em solidão. Mas que culpa tem o poeta,

Sou Poeta

se os poemas mais bonitos nascem na saudade, ou numa grande desilusão. Sou poeta sim, mesmo que as vezes negue, ou até tente acabar com a poesia que mora em mim.Existe aqueles dias, que a brasa vira fogo, e não posso mais negar, que para mim sempre é mais fácil escrever do que falar. Sou poeta sim, e por ser só sentimento e viver com o coração, também sei não ter direito de transformar em poesia, toda a dor que há em meu peito. Por isso meus poemas, talvez aqueles mais profundos, nasçam em momentos assim, quando o poeta sufocado, já morto de cansado, sobreviva até a mim. E escondendo endereços, sobrenomes e nomes afins, faz em mim as poesias mais bonitas que conheço. Mesmo que eu insista, em deixar bem escondido, no meu peito reservado, no coração entristecido, a saudade que habita em mim.